Arquivo

Archive for the ‘Windows’ Category

Sublime Text 3

Após a instalação, visite o endereço https://sublime.wbond.net/installation

Veja os passos para instalação do package control. Ele irá auxiliá-lo na instalação de plug-ins no seu Sublime Text.

Abaixo minha lista de plugins:

Emmet : não vou dizer nada… assista ao vídeo e, acesse o site do emmet para aprender a usá-lo em todo o seu potencial (http://docs.emmet.io/);

Clipboard History: guarda o histórico do seu Ctrl+C (para ver, o atalho é Ctrl+Alt+V), indispensável (https://github.com/kemayo/sublime-text-2-clipboard-history);

Nettuts+ Fetch: inclue versões recentes de pacotes bem usados como jquery,

 

A versão atual, no Windows 8, está com o desempenho fenomenal… muito rápido mesmo. Vale a pena testar.

Anúncios
Categorias:Windows

Criando um ambiente de desenvolvimento definitivo (para programadores PHP)

Se você, como eu, usa o Windows para programar, vez ou outra precisa configurar um servidor *AMP (apache, mysql e PHP).

Existem diversas opções no mercado (XAMPP, WAMPP, EasyPHP…) que facilitam esse trabalho mas, aqui, quero discutir outra abordagem.

Leia mais…

Tomboy – Sincronizando no Windows e Linux

Já publiquei outro dia um artigo falando um pouco sobre essa dúvida que foi escolher um bom gerenciador de anotações. E, como todos sabem, tenho no laptop Windows e Linux convivendo em harmonia. Aliás, esse foi o principal motivo de escolher o Tomboy: poder ter as notas rápidas disponíveis em ambos os SO.

Os detalhes da instalação do Tomboy em ambos os sistemas são melhor abordados aqui.

A grosso modo, no Ubuntu e Mint não é necessário passo algum porque ele já vem instalado por padrão. No Windows é necessário baixar o MSI de instalação no site do Tomboy (baixei 0 1.5.2),  ter o .Net 3.5 instalado e também o pacote gtk-sharp 2.12.10.

Tomboy rodando:

configure a sincronização das anotações no menu preferências.
Você vai precisar de uma conta ativa no Ubuntu One.

No meu caso, utilizo o Linux Mint Julia como desktop, o serviço (Ubuntu One) não vem instalado.
Mas, isso não é problema. Basta selecionar o serviço TomboyWeb. Vai cair no mesmo lugar e, vai usar sua conta do Ubuntu One.

 

E pronto.

Notas sincronizadas em ambos os SO. Incrível não?

Obs.: Caso não tenha acesso constante a net para manter sincronizado o seu Ubuntu One com as notas do Tomboy, use a dica de sincronizar com um diretório em comum a ambas os sistema. Alguma pasta na sua partição Windows. Aqui está uma dica de como sincronizar com o Dropbox mas, serve também para esse caso.

 

Att.,

Thiago

Twitter: http://twitter.com/twitserra

identi.ca: http://identi.ca/thiagoserra

Gerenciador de Anotações

Ando cansado demais pra programar.
aliás, faz um ano quase que não programo nada sério em PHP ou qquer outra linguagem…

Tive um desejo estranho a uns meses atrás de tentar fazer um gerenciador de notas, ou melhor, anotações, em PHP e Mysql.
Até comecei, fiz a parte fácil.. busca, exibição….
consegui importar os dados do cintanotes (excelente aplicativo pra windows) mas… deu preguiça.

Intão comecei a estudar e testar seriamente os gerenciadores de anotações que existiam tanto para windows como para linux.
Ai vão minhas impressões e decisão final.

 

CintaNotes – a pequena estrela

Pequena apenas no tamanho, atualmente 513 Kb!
O CintaNotes (http://cintanotes.com/) é um pequeno aplicativo para windows, que permite guardar pequenas porções de texto de forma rápida e prática.
Gostei do aplicativo primeiro pela forma fácil de categorizar as notas (as tags funcionam de forma simples), segundo pela memória de links, ou seja, se você copiar um texto de uma página web, ele automagicamente salva o link em campo específico. Terceiro pelo consumo de memória que sempre permanceu abaixo dos 30 MB.
Ou seja, simples, rápido e fácil de usar. perfeito?

Quase.

Para Windows, se você procura um software com essas caraterísticas (guardar texto, exclusivamente), essa deve ser sua escolha.
Além desses dois pontos negativos (??? não percebeu???)… opa.. dois?
poisé… primeiro, roda só em Windows, segundo que pra mim não faz diferença, só guarda textos.. eu achei alguns probleminhas…
Notas muito grandes (acima de 3 MB de texto – acredite, eu tenho alguns) deixam todo o software meio lentão… a busca principalmente.
Outra coisa é que aconteceram alguns fechamentos inesperados (tanto no Vista 64 bits como no Windows 7 32 bits)…. não perdi informação mas, foi desagradável.

Usei esse software por um bom tempo.. acumlei ali 92 anotações, algumas bem pesadas…

e ai veio outro problema.. a migração, backup, exportação. O incoveniente é a migração para formato xml (pra mim não ajuda) e, se vc quiser formato texto, tem que exportar anotação por anotação! um porre.

Minha sorte foi descobrir que o bichinho rodava sobre um banco de dados sqlite e, consegui extrair as tabelas e exportei para o mysql…

Se você usa windows e só precisa guardar textos (médios.. abaixo dos 3 MB) essa é uma opção a ser seriamente estudada.

AH! tentei rodá-lo no Wine mas, não rodou bem apesar de no fórum oficial algumas pessoas terem conseguido.. fechou várias vezes sozinho, deu uns erros… não consegui.

 

Microsoft OneNote 2010

Talvez seja o mais completo software disponível hoje para esse propósito.
Guarda qualquer tipo de coisa: texto, som, video, recortes…
Possui uma organização simples e intuitiva (pastas e folhas como num fichário), simples de usar e aprender.
Dá para usar o Skydrive e guardar as notas na net, acessá-las pelo office online.

enfim.. show.

Incovenientes: primeiro que não tão é barato.. você encontra por R$ 199,00 na versão do office home and student no submarino. Vi uma promoção do office 2007 por R$ 129,00 lá também (http://goo.gl/l2pBj).. outra… roda só em Windows (Linux via Wine já existem relatos).
Se eu estivesse disposto a desembolsar essa grana, talvez seria minha solução definitiva.

 

Evernote

O Evernote (http://www.evernote.com/) é praticamente a versão “free” e multiplataforma do OneNote.
Todas as características do Onenote estão presentes aqui, além do que existem plugins para vários navegadores para mandar conteúdo para o evernote.
Existem também versões para iOS, Android …. e, Linux! Quem não conhece, teste o NeverNote(http://nevernote.sourceforge.net/) é praticamente um clone do Evernote for Windows.

Bom.. ai contou mais um questão pessoal.
Hoje o Evernote tem uma franquia de transferência mensal de dados de 40 MB e, por apenas US$ 45.00 anuais você aumenta essa franquia para 500 MB.
Ai pra mim o Software perdeu seu encanto.
Não gosto de ficar nessa situação em relação aos meus dados…. quero ter liberdade.

Usei o Evernote e não posso reclamar de muita coisa… o serviço é bom (apesar de achar que poderia ser mais rápido), a interface é simples (apesar do banner de propaganda), mas essa limitação me incomoda…

 

Google Notebook

Aqui eu abro um parenteses… Quando o primeiro nome “Google” vem antes de algo, sempre ficamos entusiasmados. O Google Mail é sensacional, o Google é padrão para buscas, Google Reader é meu site diário e página inicial no Firefox! Mas o Google Notebook (http://www.google.com/notebook/) … pra mim o Google não levou a sério ainda essa ferramenta. Talvez ela não tenha se mostrado rentável o suficiente…
Enfim…
O serviço chegou a ficar fechado por um tempo para novas incrições…

Bom, eu tenho uma conta lá.
A impressão que dá é essa: podia ser melhor.
Não gostei da forma como se criam as novas anotações, não gostei da forma como elas ficam agrupadas.. não gostei de não ter opções de personalização da visão das notas, e blocos…

Não gostei. essa é a palavra.

 

Tomboy

Existe muita polêmica em torno do Tomboy (http://projects.gnome.org/tomboy/): ser feito em C# ou melhor mono… um software livre escrito em linguagem do inimigo 🙂
Chegou a se comentar que seria substituído pelo Gnote (http://live.gnome.org/Gnote) um porte do Tomboy para C++…. mas, parece, o Gnote não está com esse gás não.
Bom, o Tomboy possui características interessantes:
– permite criar links entre as anotações
– organiza as notas em catálogos
– se integra bem tanto no Windows como no Linux
– é rápido.
– possui uma lista boa de plugins (http://live.gnome.org/Tomboy/PluginList)

Um aviso é quele nunca no meu laptop (Toshiba Centrino Duo T6500 2.10 Ghz com 4 GB de RAM) nunca rodou mal mas, fique de olho porque ele usa pelo menos 70 MB da sua memória quando em uso, e “dormindo” come nada mais nada menos de 47 MB!
Para um software simples deveria ser mesmo.

Um atenuante é a capacidade de sincronismo com sua conta no Ubuntu One, Pasta local ou servidor webdav. O suporte pelo Ubuntu One é legal, vc adiciona notas pela web, sincroniza e pronto.

O cliente para Windows funciona bem, não testei versão recente e, não sei dizer como é a sincronização com o Ubuntu One.

 

A Escolha.

Bom, antes preciso avisar: eu guardo texto de forma indexada (por tags) que facilitam a busca. Já testei wikis pessoais (dokuwiki, zim notes) gostei mas não me adaptei.
Quando vc precisa de anotações rápidas ou usa papel e caneta ou usa seu software preferido que precisa estar apostos.
Não costumo guardar video, som, imagem… só textos, links, parte de códigos… quando quero algo mais completo, gero um pdf (cups-pdf)! simples assim.

Uso Linux, meu “desktop” primário (notebook) roda Maverick 64 bits (Ubuntu 10.10), então preciso de algo para Linux.
Eventualmente tenho que utilizar o Vista 64 bits original do note que mantenho instalado por conta de aplicativos como o MS-Project, MS-Visio …. para trabalho.

Minha escolha foi a solução Tomboy + Ubuntu One. Me atende no que preciso, é rápido, fácil de usar e configurar, já tenho catálogos criados para organizar minhas anotações. e, a um clique de mouse eu adiciono conteúdo e pronto.

Espero ter contribuído para sua decisão por algum desses softwares que certamente facilitarão seu dia a dia.

 

Thiago Serra F Carvalho

Twitter: twitserra

Identi.ca: thiagoserra

Categorias:Anotações, Ubuntu, Windows

Mapas Mentais

Bom,

estes dias tem sido de muita correria.
assumi dois projetos novos, voltei para o windows, entrei de férias (só no papel), voltei de férias (do papel), reformei o ap…..

Enfim..
vamos ao tópico de hoje.

Sempre fui fã de mapas mentais (MM). Desde que li os primeiros artigos na internet sobre o assunto, comecei a esboçar no caderno alguns e, mais tarde me deparei com o projeto Freemind que utilizei até dias atrás..

O Freemind sempre me cativou pela simplicidade e por ser multiplataforma. Cheguei a utilizar o Mind Manager por uns dias mas, por ser muito pesado desisti logo.

Enfim, conheci o Xmind que nada mais é que um construtor de MM como plugin do Eclipse.

Como tenho utilizado o Aptana para programar nesses dias, baixei, instalei e estou gostando muito.

Tenho o costume de “botar no papel” as idéias dos sistemas que desenvolvo e, acabo por utilizar MM para ilustrar o que estou pensando, como os módulos se integram, até os fluxos dos processos internos dos sistemas..
Acabou que junto o útil ao agradável e, desde Abril, tenho usado o Aptana + Xmind como ferramenta de trabalho.

Fica ai a dica.

Categorias:Mapas Mentais, Windows

a luta

bom,
o acerzinho está se mostrando um grande companheiro.
máquina com desempenho que me surpreendeu e, recursos mais que suficientes para o dia a dia.

estou enfrentando porém um grande problema: como instalo o linux no bichinho???

minha idéia era criar um backup do windows xp que vem nele.
vi que tem uma partição oculta que deve ser a que ele utiliza para restaurar o sistema.
não existe nenhuma opção para criar um imagem ou dvd dessa partição.
este é o ponto nº 1.

o ponto nº 2 é que tentei instalar o ubuntu. criei um pendrive botável e, no acer, tentei o boot pela porta usb.
depois de alguns segundos, selecionar o idioma, e dar o boot, o processo para e, abre um shell…
independente da opção, a instalação não segue.

enfim… vamos continuar a procurar… quem sabe a resposta virá.

Categorias:acer, aspire, Linux, one, Windows

e o OSCAR vai para….

Pois é.
estive fora… parado um tempo..
fui fazer uma seleção interna aqui na empresa (graças a Deus, passei) e, fiquei muito ocupado.

Como essa seleção ocorreu em São Paulo, resolvi pesquisar quem seria o escolhido dentro dos netbooks, mids ou mini-laptops que pesquisei.

E o escolhido foi:……..

ACER ASPIRE ONE!
Encontrei o modelo ZG5 (Atom 1.6Ghz, com 1 GB de RAM, HD de 160 GB) por um preço camarada… comprei.
Tem se mostrado nesses 6 dias, uma escolha legal.
A máquina vem originalmente com o windows xp, em português, teclado com cedilha, leitor de SD e, mais um leitor de cartões… é bem bomzinho viu.. leve…

EStou feliz com o investimento.

Posto mais notícias assim que for me inteirando com a máquina.

Categorias:acer, aspire, MID, netbook, one, Windows, XP